Antropologia

Publicado por Nataly Melo 18/02/2020 - 8:24 AM
0 min. leitura
ANTROPOLOGIA
ANTROPOLOGIA

Simulado com questões de Antropologia para concursos.

1. (UNIFAP) - Sobre o desenvolvimento da antropologia como ciência é CORRETO afirmar:
2. (UNIFAP) - Raça é uma categoria muito presente no imaginário brasileiro. No século XIX, por exemplo, a idéia de raça permeou o pensamento científico nacional, assim
como instrumentalizou o planejamento das políticas públicas de organização da sociedade, a partir de duas medidas.

Identifique abaixo a alternativa correta em relação ao enunciado:
3. (UNIFAP) - O termo antropologia do desenvolvimento foi cunhado há 25 anos. Segundo os seus defensores, esta área da antropologia caminha para uma sub-disciplina porque já desenvolveu os seguintes instrumentos:
4. (CEPERJ) - A partir do século XX, a antropologia cultural passou a desenvolver conceitos a respeito da cultura que se opunham aos determinismos biológico e geográfico. Resumidamente, os principais argumentos da antropologia moderna contra esses determinismos se sustentam nas seguintes duas ideias principais, segundo Laraia:
5. (CEPERJ) - Em cada cultura, o comportamento dos indivíduos depende de um processo de aprendizado de referências e valores conhecido como:
6. (CEPERJ) - Erving Goffman se refere a toda atividade de um indivíduo que se passa num período caracterizado por sua presença contínua, diante de um grupo particular de observadores, e que tem sobre estes alguma influência como:
7. (CEPERJ) - A pobreza tem diferentes significados em diferentes partes do mundo. As características dos comportamentos dos pobres também varíam. Além disso, a pobreza é um conceito comparativo. Com essas considerações, Alba Zaluar critica uma corrente de teóricos que argumenta a existência da:
8. (UNIFAP) - Analise as informações que seguem, tomando como referência a abordagem de Mariza Peirano sobre a constituição da antropologia no Brasil.

I - do ponto de vista da apreensão da diferença (ou seja, da alteridade), é possível distinguir quatro níveis: i) a alteridade radical, ii) o contato com a alteridade, iii)
a alteridade próxima e iv) alteridade mínima.

II - a linhagem da antropologia radical se desenvolveu no Brasil a partir dos estudos sobre relações raciais no país.

III - exotismo e diferença são pressupostos metodológicos historicamente utilizados na antropologia para definição do objeto de estudo.

IV - na apreensão da alteridade é preciso considerar uma relação dialética entre diferença e exotismo, ou seja: todo exotismo é um tipo de diferença e toda
diferença também deve ser considerada como exótica.

Estão CORRETAS:
9. (UNIFAP) - Segundo Clifford Geertz, em A interpretação das culturas, a análise cultural é:
10. (UNIFAP) - Nos estudos de parentesco encontramos as regras de filiação que podem ser agnática, cognática e de dupla filiação. Na filiação agnática os filhos fazem parte do grupo de parentesco do pai.

Identifique abaixo a alternativa correta em relação à filiação cognática:
11. (CEPERJ) - Em “O mito da marginalidade”, Janice Perlman argumenta que a teoria da marginalidade é errônea, principalmente porque:
12. (UNIFAP) - Importante obra da antropologia em que o autor desenvolve análise sobre sistemas de prestações e contraprestações em sociedades “primitivas”. Esta obra tem servido de inspiração para estudos sobre doações de órgãos e outras formas de trocas, que podem ser consideradas bases de uma rede de solidariedade na sociedade contemporânea.

Identifique abaixo a obra de que trata este enunciado:

Compartilhe