O que cai no Concurso do INSS? Veja as matérias que caem na prova do INSS!

Quer receber um salário de R$ 4.768,00 tendo apenas o Ensino Médio? Então, descubra aqui o que cai no concurso do INSS!

Publicado por Nataly Melo 09/03/2020 - 10:09 AM
9 min. leitura
O que cai no Concurso do INSS? Veja as matérias que caem na prova do INSS! 1

Um concurso muito esperado e prestes a ser lançado é o do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Dessa forma, é preciso estar preparado para passar pelas provas conquistando sua vaga nessa empresa que paga bem seus funcionários.

Você precisa saber como funciona o INSS, quais são os cargos oferecidos, assim como suas remunerações? Está interessado nas matérias que caem na prova do INSS? Veja neste artigo esses e outros detalhes que te ajudarão a ser aprovado.

O que é INSS?

Estamos falando de uma empresa, ou seja, uma organização que atua em nível nacional. Assim, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma Instituição criada por Lei e prestadora de serviços à sociedade.

Sua autonomia em tomar decisões é uma das características do órgão, entretanto deve prestar contas ao governo e à sociedade. Dessa forma, é uma autarquia com atribuições próprias que visam atender seu público de maneira correta e satisfatória.

O Instituto nacional de Seguro Social (INSS) tem uma demanda grande de trabalho. Logo, precisa de muitos servidores para exercerem as funções necessárias ao andamento das solicitações de benefícios devidos aos seus segurados.

INSS

Para que serve o INSS?

O INSS atende aqueles cidadãos que contribuem de alguma forma com o órgão. Dessa maneira para ter a condição de segurado é preciso pagar pelo serviço. Esse pagamento se dá por meio dos descontos feitos no contracheque entre outros.

Outra forma de participar do INSS é através da Guia de Recolhimento da Previdência Social (GRPS). Assim, a pessoa paga um valor mensalmente e então passa a ter direito aos benefícios garantidos aos contribuintes.

Quem está na condição de segurado do INSS pode requerer benefícios como auxílio-doença, salário maternidade ou pensão por morte. Também o auxílio-reclusão, além de aposentadorias como aquela paga por tempo de contribuição.

O INSS também atende uma parcela da sociedade que por motivos financeiros não conseguiram contribuir. Portanto existem dois grupos que podem ser contemplados por pagamentos que são chamados de benefícios sociais garantidos pela lei.

A Lei que que garante esses benefícios se chama LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social). Os mesmos são Benefícios de Prestação continuada que são pagos à pessoa idosa ou aquela portadora de alguma deficiência incapacitante.

Importante destacar que, esses dois benefícios são garantidos para idosos ou deficientes físicos considerados de baixa renda. Dessa maneira são pessoas que, nem elas nem sua família tem condição de prover seu sustento.

Quem irá avaliar se os usuários se encaixam nos padrões estabelecidos para receber os benefícios é uma equipe interdisciplinar. Sendo que a mesma é composta por Médicos, Assistentes Sociais e técnicos com Nível Médio.

Quais matérias caem no Concurso do INSS?

Para se preparar é preciso saber o que cai no Concurso INSS. Logo, é importante verificar cada matéria que deverá ser cobrada neste processo que provavelmente será lançado neste ano de 2020.

Para o cargo de Técnico do INSS costumam ser aplicadas provas compostas por 120 questões. Assim, as mesmas são com opções de certo e errado contendo os seguintes números de perguntas e respectivas matérias:

  • 15 questões de Língua Portuguesa;
  • 70 questões envolvendo Seguridade Social;
  • 05 questões sobre Direito Administrativo;
  • 07 perguntas relacionadas ao Direito Constitucional;
  • 06 perguntas de Raciocínio Lógico;
  • 06 perguntas sobre Regime Jurídico Único;
  • 05 questões de Noções de Informática;
  • 06 questões que tratam da Ética no Serviço Público.

Quem almeja uma vaga de Analista também irá realizar uma prova objetiva. Sendo que esta deverá ser composta provavelmente por 120 perguntas que abrangem os conteúdos e números de questões conforme descrição:

  • 70 questões da área de Serviço Social;
  • 06 questões sobre Direito Administrativo;
  • 14 perguntas sobre a Língua Portuguesa;
  • 05 perguntas de Raciocínio Lógico;
  • 04 questões de Direito Constitucional;
  • 06 questões que abrangem lei específica sobre a pessoa com deficiência;
  • 05 perguntas sobre Noções de Informática;
  • 10 perguntas referentes à Legislação Previdenciária.

Se forem abertas vagas para Médicos Peritos as provas realizadas deverão ser de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos específicos da profissão.  Também haverá avaliação de Títulos.

Como já houveram outros processos de seleção, é possível saber as matérias que caem na prova do INSS. Por isto, é inteligente aproveitar e já iniciar os seus estudos.

Quais cargos existem no INSS?

As funções cobiçadas e concorridas sempre que há um novo concurso do INSS são três: Médico Perito, Analista e Técnico. Sendo assim, para concorrer a alguma delas é necessário ter formação de Nível Médio ou Superior.

O cargo de Técnico do INSS irá desenvolver as funções que não necessitam de formação específica para tal. Portanto atividades como colher informações, atendimento ao público, fazer pesquisas e relatórios serão comuns em seu trabalho.

Quem executa a função de Técnico também tem nas atribuições de seus serviços afazeres dentro e fora da Instituição. Além de desenvolver atividades solicitadas por seus superiores quando se fizerem necessárias à conclusão de alguns processos.

O Analista é o profissional de Nível Superior que comumente é preenchido por quem é graduado em Serviço Social. Entretanto, existe a possibilidade de se abranger, além desta citada, outra área específica de atuação.

Já o cargo de Médico Perito é preenchido exclusivamente por um Médico. Sendo que, o mesmo será o responsável por avaliar se existe ou não a incapacidade para o trabalho. Ou seja, ele verificará se a pessoa precisa se afastar de suas atividades.

Observando quais são os cargos, verifique as matérias que caem na prova do INSS. Então, você já pode se organizar e começar se preparar para ter chances maiores de ser aprovado.

Como se preparar para o Concurso do INSS?

Sabendo o que cai na prova do INSS conforme já foi falado neste artigo é o momento de se preparar. Assim, os candidatos que estiverem atentos às matérias do cargo pretendido, certamente terão mais chances de serem aprovados.

Para estudar e estar preparado o candidato precisa observar as matérias que costumam ser cobradas nas provas. Então deve fazer um planejamento de estudo verificando seu tempo disponível para se dedicar ao conhecimento dos conteúdos.

Uma boa estratégia para dominar os tipos de avaliações a serem aplicadas é fazer as provas dos concursos anteriores. Ou seja, resolvendo as questões já aplicadas é possível se familiarizar com o teor de cobrança a ser enfrentado.

Quais os salários do INSS?

inss

Os vencimentos totais do INSS são compostos pelo salário base e também por gratificações, auxílios e assistência pré escolar. Estes valores irão variar de acordo com a função exercida.

No caso do Técnico do INSS o pagamento inicial é de quatro mil setecentos e sessenta e oito reais(R$4.768). Já o Analista começará recebendo um valor de sete mil catorze reais e cinco centavos(R$7.014,05).

Quem trabalha como Médico Perito em uma Agência do Instituto Nacional do Seguro Social tem o maior salário. Portanto, receberá inicialmente um valor catorze mil e oitocentos reais(R$14.800,00).

Os outros valores devidos aos funcionários do INSS são um total de cinco benefícios. Sendo assim são formados pelo auxílio alimentação, auxílio creche, gratificação por atividade executiva, auxílio saúde e gratificação por desempenho.

O que faz um concursado do INSS?

A pessoa que fizer um concurso e trabalhar no Instituto Nacional do Seguro Social irá lidar diretamente com pessoas. Portanto, é muito importante ser alguém que consegue entender a situação de vulnerabilidade que as mesmas estão vivendo.

Quem procura os serviços do INSS é porque está precisando de algum auxílio ou benefício. Dessa forma, caberá aos trabalhadores orientar a pessoa sobre como proceder a fim de ter seus problemas sanados.

Na prática, o técnico é quem faz o primeiro atendimento informando quais são os próximos passos. Após agendamento prévio, o Analista irá realizar também entrevista e avaliação social, quando necessário.

O Médico Perito é quem diz sobre as condições ou não de necessidade de afastamento do trabalho. Esse afastamento pode ser parcial, no caso do auxílio doença, ou permanente quando é preciso apelar à aposentadoria por invalidez.

Os direitos do cidadão que fazem parte da seguridade social é uma das matérias que caem na prova do INSS. Assim saber os detalhes de concessão de cada benefício pode facilitar a vida de quem for prestar este concurso.

Quando foi o último concurso do INSS?

Para o cargo de Perito do INSS o último concurso foi feito há 9 anos, no ano de 2011. Sendo que na oportunidade foram oferecidas 375 vagas e não foi contratado nenhum excedente.

Já o último concurso para provimento dos cargos de Analista e Técnico aconteceu no ano de 2015. Assim, naquele processo foram oferecidas 950 vagas, sendo 150 destinadas ao cargo de Analista e 800 para Técnico.

O cadastro de reserva formado pelos aprovados no último concurso não foi utilizado. Ou seja, nenhum aprovado além das vagas imediatas foi chamado e a validade do processo que era dois anos, terminou.

É importante destacar que quando candidato observa o que cai nos concursos do INSS começa a entender como funciona. Assim, saber os detalhes do processo anterior só tem a somar na trajetória rumo a aprovação.

Quando será o próximo concurso?

A previsão é de que em breve seja lançado um novo edital para o INSS. Muitos são os motivos para esta previsão, dentre eles a falta servidores suficientes para atender ao público é o maior.

Como medida para amenizar a falta de profissionais o INSS tentou convocar os aprovados após vencimento da validade do concurso. Contudo não foi possível ir adiante com esse objetivo.

Uma outra medida recente foi a contratação de servidores já aposentados e militares da reserva. Essa é uma tentativa de diminuir as filas e processos que vão se tumultuando sem data prevista de resolução.

Depois de uma ação cível pública, foi solicitado pelo ministério público que sejam oferecidas no mínimo 7.888 vagas. Porque esse número ainda é pequeno se comparado ao déficit existente no órgão, que chega a 19.000 trabalhadores.

Compartilhe